Últimas Notícias
Carregando...

Mãe pede ambulância, Central do SAMU não atende chamado e Ronaldo Madruga explica o fato

Na manhã de quarta-feira (27) a moradora Angélica Cuba pediu explicações na rede social sobre o significado da palavra Emergência. Tal questionamento se deu pelo fato da moradora ter solicitado uma ambulância para levar sua neta, com menos de dois anos no Pronto Atendimento, e a resposta recebida foi que a mesma só iria em casos de emergência. Angélica questionou ainda que se uma criança com febre e com o tempo de chuva, não era emergência. 

Pós ao fato, o vice-prefeito e secretário de saúde do município Ronaldo Madruga publicou uma nota em sua página na rede social: 

“Hoje ao entrar na minha página, tinha uma publicação que fazia referência a negativa de descolamento de uma ambulância para transportar uma criança com febre até o Pronto Atendimento, por parte dos funcionários da Secretaria de Saúde, fiquei muito preocupado com a situação e mesmo enfermo e de cama, solicitei rastreamento da informação. Foi confirmado que a mãe da criança ligou para o SAMU 192 o qual a central de regulação é através de Pelotas solicitando ambulância, destaco para Pelotas e não para nossa equipe de colaboradores de Pinheiro Machado. Assim fica claro que não negamos atendimento. E agradeço a equipe da saúde, que se esmeram ao máximo para um atendimento eficaz e de qualidade”, explicou Ronaldo.

Leia também:

0 comentários