18 de jun de 2015

Pavimentação da Transcampesina será debatida em audiência pública

A agenda foi proposta pelo deputado estadual Zé Nunes (PT) e será realizada através da Comissão de Assuntos Municipais da Assembleia Legislativa, no dia 7 de julho, às 10h, no Plenarinho do parlamento gaúcho, em Porto Alegre. 

A rodovia tem cerca de 180 quilômetros de extensão e é a principal rota de escoamento da produção de Herval, Hulha Negra, Pedras Altas, Pinheiro Machado, Candiota e Aceguá, até o limite com o Uruguai. Com o asfaltamento, a estrada vai beneficiar pequenos, médios e grandes produtores, além de assentados da reforma agrária. Segundo levantamento do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), a obra deve abranger cerca de duas mil propriedades, aproximadamente 100 mil pessoas.  

Nunes afirma que a ideia da audiência é apoiar a reivindicação das comunidades, levando à Assembleia gaúcha o debate sobre a necessidade da pavimentação da via. "Com esta audiência, pretendemos discutir a inclusão do trecho nas obras do PAC 3 (terceira fase do Programa de Aceleração do Crescimento). Estamos buscando contribuir no sentido de sensibilizar o governo federal para que a estrada receba as obras", observa. 

O parlamentar contou ainda que vários representantes de Câmaras de Vereadores e de prefeituras da região de abrangência da Transcampesina apresentaram moção de apoio à pauta. O Consórcio Público Intermunicipal de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental dos Municípios da Bacia do Rio Jaguarão (Cideja) também se posicionou favorável à realização da audiência, destacando a importância das obras para qualificar as condições de escoamento da produção, transporte escolar e acesso aos municípios, com vias a buscar o apoio do parlamento gaúcho ao pleito.

0 comentários: