21 de jul de 2015

Castelo de Pedras Altas: reunião busca preservação do legado de Assis Brasil

Foi realizada nesta quinta-feira (16) a quarta reunião do Movimento em Defesa do Castelo Assis Brasil, no Plenarinho da Assembleia Legislativa, com a coordenação do deputado Luiz Fernando Mainardi (PT). As primeiras reuniões em defesa do Castelo foram realizadas nos municípios de Porto Alegre, Pelotas e Bagé e a expectativa é que ainda no próximo mês o Ministro da Cultura, Juca Ferreira, venha até o Estado conhecer o Castelo. 

“Estamos buscando encontrar um caminho para guardar viva a estrutura física e histórica construída por Assis Brasil. Trabalhamos para preservar a memória e edificações que marcaram aquela época. Nós estamos buscamos com este movimento chegar em algum ponto em que se consiga colocar o poder público a frente desta tarefa e objetivo que é de tornar público o Castelo, e lá dentro termos um lugar reservado a história do Assis Brasil”, disse Mainardi.

Um dos encaminhamentos da reunião foi a solicitação de agilidade no processo de tombamento federal, que conforme Mainardi foi aberto no ano de 2010. “O Governo Federal está disposto a tratar do assunto e nós vamos pedir que o processo de tombamento corra, para que inclusive verba possa ser liberada para a restauração e manutenção do prédio e acervo”, destacou.

Ainda conforme os encaminhamentos do grupo, ficou acertado que após o tombamento, o município de Pedras Altas seja incluído no PAC Cidades Históricas do Governo Federal.  

“Sabemos que não é fácil, vivemos um momento de crise, mas também sabemos que não podemos perder aquilo que há lá, e hoje corremos sérios riscos que comprometem ainda mais o patrimônio que Pedras Altas guarda durante muito tempo”, ressaltou Mainardi explicando as três etapas que ainda devem ser cumpridas. A primeira é a busca de recursos para a compra do Castelo, a segunda é a restauração do prédio e a busca imediata para os móveis, utensílios, livros, etc; e por último a preocupação é relacionada a gestão do complexo. 

Enviaram moção de apoio aos trabalhos do grupo em Defesa de Castelo Assis Brasil, as Câmaras de Vereadores de Aceguá, Bagé, Candiota, Dom Pedrito, Pelotas, Pedras Altas e Hulha Negra, além da Embrapa Pecuária Sul, de Bagé; e também o apoio do Núcleo de Patrimônio Cultural da Pró Reitoria de Extensão e Cultura da Universidade Federal de Pelotas. 

Fizeram parte da mesa o presidente da Câmara de Pedras Altas, vereador Mario Teixeira de Melo; a diretora do Instituto do Patrimônio Histórico (Iphae); Coordenadora do PAC Cidades Históricas POA, arquiteta Briane Bicca; presidente do Conselho Municipal do Patrimônio Histórico de Bagé, Jussara Carpes; ex-deputado e professor, Raul Pont; arquiteto do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), arquiteto Iran Rosa.

http://www2.al.rs.gov.br/noticias/ExibeNoticia/tabid/5374/IdOrigem/1/IdMateria/299947/language/pt-BR/Default.aspx

0 comentários: