28 de out de 2015

Indústria de Azeites Batalha encerra programação do Encontro Estadual de Olivicultura

Com o objetivo de discutir a produção de olivas no Rio Grande do Sul, acontece, nos dias 25 e 26 de novembro, o Encontro Estadual de Olivicultura, no complexo cultural do Museu Dom Diogo de Souza, em Bagé. O evento tem entrada franca e é uma promoção da Emater/RS-Ascar, Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapi), Prefeitura de Bagé, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e Embrapa. 

Os organizadores esperam mais de 300 participantes, principalmente interessados na produção de olivas, olivicultores, produtores de mudas, comerciantes, agrônomos, técnicos rurais, professores e estudantes de Agronomia. A inscrição para o evento será no local. 

De acordo com o agrônomo da Emater/RS-Ascar, Tailor Garcia, a meta do evento é discutir a olivicultura, tecnologias de produção e trocar experiências entre participantes e palestrantes. Garcia explica que esse é o primeiro grande evento estadual com foco na olivicultura. “O Rio Grande do Sul é o Estado com maior área de cultivo e produção de olivas – cerca de 1,5 mil hectares – do Brasil”, conta ele. 

O evento também vai abordar a olivicultura no Uruguai, com palestrantes do país vizinho. “Acredito que será muito interessante ouvir sobre o comportamento das variedades de oliveira e os fatores que definem a alternância da produção da cultura”, contou Garcia, que é um dos coordenadores do evento. 

Para mais informações sobre o Encontro Estadual de Olivicultura consulte os números da Prefeitura de Bagé: (53) 3242 1798 e (53) 9943 5073. 

Programação 
Dia 25 
8h30min - Inscrições 
9h - Abertura oficial 
9h45 - Situação da olivicultura no RS - Engenheiro agrônomo Tailor Garcia, Emater/RS-Ascar 
10h15 - Programa Estadual de Olivicultura - Engenheiro agrônomo João Paulo Lipp, Câmara Setorial de Oliveiras da Seapi 
11h - Situação da Olivicultura Uruguaia MSc Paula Conde, Instituto Nacional de Investigación Agropecuaria, Las Brujas 
12h - Almoço 
14h - Fatores que definem a alternância e práticas de manejo - Dra. Mercedes Arias, Universidade del Uruguay 
15h - Resultados de Pesquisas da Embrapa Clima Temperado - Dr. Enilton Coutinho 
16h - Comportamento das Variedades no Uruguai - MSc Paula Conde, Instituto Nacional de Investigación Agropecuaria, Las Brujas 
17h - Encerramento 

Dia 26 
9h - Saída do complexo cultural do Museu Dom Diogo para a visita técnica aos olivais e à Indústria de Azeites Batalha (Pinheiro Machado) 
12h - Almoço de encerramento

0 comentários: