17 de dez de 2015

Projeto sobre as potencialidades da região envolve 12 municípios

Um grupo de seis pessoas de Candiota, Bagé e Caçapava do Sul está realizando um projeto para apontar as potencialidades da região e implantar um roteiro turístico em 12 municípios da campanha. A pesquisa está sendo realizada pelas secretarias de desenvolvimento econômico de cada município da região da campanha e deverá ser finalizada em abril de 2016. 

O projeto está sendo desenvolvido através do Programa Liderança para o Desenvolvimento Regional (Líder), promovido pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Conforme uma das participantes, a empresária Clori Peruzzo, durante o ano foram destacados quatro pilares, e os grupos foram divididos pelos segmentos de turismo, energia, agronegócio e educação. 

Clori, que integra o grupo de turismo que está montando o projeto na área, salienta que o primeiro passo será a realização dos inventários das potencialidades dos municípios, para após montar as rotas e fomentar o desenvolvimento do setor.  

Rotas 
De acordo com uma das integrantes do grupo, a Secretária Municipal de Turismo de Candiota, Franciele de Lima, o projeto está sendo desenvolvido para a efetivação do turismo de rota. Ela salienta que a região tem grande potencial e cada município realiza seu próprio levantamento apontando as principais áreas. "Esta semana iremos apresentar o relatório", disse. Após a apresentação dos dados, o grupo irá visitar cada município para realizar um levantamento das ofertas como rede hoteleira e gastronômica para acrescentar nos roteiros. "O projeto deverá ser implantado até o final de 2016", informa. Segundo Franciele, o plano de ação para a realização do projeto tem apoio do Sebrae e deve abranger na região os municípios de Candiota, Hulha Negra, Aceguá, Pinheiro Machado, Caçapava do Sul, Lavras do Sul e Piratini. "Nossa ideia é realizar dois roteiros e apresentar para agências de turismo", adianta. Franciele informa que a cultura gaúcha já é por si um atrativo, mas destaca a vitivinicultura e a olivicultura como exemplo para o desenvolvimento de rotas que possam potencializar a região.  

Enoturismo 
Conforme o presidente da Associação de Vinhos da Campanha, Giovâni Peres que também participa do programa, o enoturismo é um dos setores que mais cresce no mundo. Peres salienta que o projeto irá ajudar a difundir a cultura e fomentar a indústria gerando emprego e renda. A associação, que abrange nove cidades onde há produtores de uva (Bagé, Dom Pedrito, Alegrete, Rosário do Sul, Itaqui, Maçambará, Candiota, Santana do Livramento e Quaraí), tem o total de 17 empreendimentos na região.  

Programa 
O programa líder tem duração de um ano, e todos os meses é realizado um encontro, visando a montagem de linhas de atuação para o desenvolvimento das potencialidades de cada região. Participam representantes de 11 municípios, onde serão desenvolvidos projetos nas áreas de turismo, energias e agronegócio. O Líder visa promover o desenvolvimento da região através da integração dos municípios.

0 comentários: