30 de jan de 2016

Feovelha 2016 é inaugurada oficialmente no Parque Charrua


Um grande número de pessoas esteve reunido hoje na pista de remates do Parque Charrua, onde aconteceu a inauguração oficial da Feovelha 2016, que comemora sua XXXII edição.

O evento contou com a presença de autoridades como o Secretário do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Fábio Branco; Gedeão Pereira, vice-presidente da FARSUL; os deputados federais Afonso Hamm e Marcon; os estaduais, Adilson Troca, Luiz Fernando Mainardi, Catarina Paladini e Ciro Simoni; o diretor administrativo da CORSAN, Marcus Vinícius Vieira de Almeida; o presidente da ARCO, Paulo Afonso Schwab; o vice-prefeito de Pinheiro Machado, Ronaldo Madruga; o presidente da Câmara de Vereadores de Pinheiro Machado, Geovane Teixeira, o diretor da Farsul, Hermes Ribeiro; o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Pinheiro Machado, Mateus Garcia e o presidente do Sindicato Rural de Pinheiro Machado, Rossano Lazzarotto.


Ao início da inauguração, o músico Leonardo Ximendes entoou, montado em um tordilho da raça crioula, o Hino Nacional. Ele também fez o encerramento com o Hino do Rio Grande do Sul e Querência Amada, da dupla Oswaldir e Carlos Magrão.

Rossano Lazzarotto, em seu último discurso na Feovelha a frente do Sindicato Rural, agradeceu a presença de todos e principalmente aos parceiros, políticos e entidades que investem no setor. “Na Feovelha, a ovinocultura é negócio”, disse. Rossano falou ainda que o sucesso da feira, além das parcerias, se deve ao trabalho incansável dos produtores, que buscam melhorar o seus ovinos a cada geração, e fazem com que hoje o mercado e os consumidores busquem por produtos de origem ovina de alta qualidade, seja a carne, a lã, ou derivados.

O deputado Fábio Branco, que também representava o governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, comentou que é importante que todos unam esforços para seguir o mesmo caminho e fortalecer o agronegócio. “A partir de uma política integrada, com a participação do estado, da GDI, da Secretaria da Agricultura, da Secretaria de Desenvolvimento Rural, do SEBRAE, estamos elencando desde Uruguaiana até o Chuí como área estratégica de atuação do estado para uma retomada dessa participação com o segmento”, disse.

Gedeão Pereira, vice-presidente da FARSUL, apontou o agronegócio como a solução para o Brasil. Ele disse que o mercado quer qualidade e padrão e, para isso, é necessário intensificar o processo da ovinocultura, pois além de qualidade, é necessário uma constância de oferta.
 

0 comentários: