Últimas Notícias
Carregando...

Advogada preside o Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos de Candiota, na Região da Campanha

Ela e o marido começaram o criatório após comprar o cavalo Quinchamallo do Infinito durante um leilão na Expointer 2010  

O Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos (NCCC) de Candiota foi criado oficialmente no dia 15 de agosto de 2014, por um grupo de 15 criadores do município da Região da Campanha gaúcha. A ideia de formar a entidade, no entanto, surgiu ao menos dois anos antes, quando os adeptos do cavalo Crioulo foram até a Cabanha Beribá e pediram ajuda a advogada Lucel Jussara Araujo Brum Betiollo para criar o Núcleo e a ainda a convidaram para presidir a entidade. Ela e o marido, o advogado Carlos Betiollo, recusaram a oferta. “A princípio, não aceitamos, porque era uma ideia nova e uma pretensão que não tínhamos”, recorda Lucel. 

Durante dois anos, eles deixaram que as ideias fossem amadurecendo e passaram a fazer reuniões para conversar sobre assuntos que envolvem a criação de cavalos Crioulos. E, em agosto de 2014, aceitaram o desafio. Ela acredita que foi escolhida para o cargo pelos resultados do cavalo Quinchamallo do Infinito - adquirido em um leilão pela televisão na Expointer em 2010 – que foi duas vezes finalista do Freio de Ouro com o ginete Felipe Silveira e deu o pontapé inicial para a criação do plantel da Cabanha Beribá. “Na época, o pessoal ficou bem entusiasmado com o fato de um cavalo de Candiota ter sido finalista de dois Freios de Ouro”, arrisca Lucel, uma das poucas mulheres a presidir um Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos no Estado.  

Com a criação do NCCC de Candiota, ela se viu obrigada a se desdobrar para atender os compromissos da entidade e o trabalho no escritório de advocacia em Pinheiro Machado, a 350 quilômetros de Porto Alegre. Lucel inclusive preside a subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) do município. “Trabalho com o meu marido, que também é advogado, e temos uma equipe de colaboradores, o que nos permite desempenhar várias funções”, explica. 

De 18 a 20 de março, o NCCC de Candiota realizará uma série de eventos voltados para os adeptos do cavalo Crioulo, como a 1ª Credenciadora Mista ao Freio de Ouro, a 1ª Exposição Morfológica e a 1ª Exposição Incentivo, além de 1ª Doma de Ouro e a 1ª Concentração de Machos. “As inscrições seguem até um dia antes dos eventos, mas a procura tem sido muito boa. Deveremos ter uns 20 animais na credenciadora e outros 60 na morfologia”, conclui. 


Fonte: http://www.revistacrioulos.com.br/noticia/2016/03/08/advogada-preside-o-nucleo-de-criadores-de-cavalos-crioulos-de-candiota-na-regiao-da-campanha

Leia também:

0 comentários