Últimas Notícias
Carregando...

Recurso para Arranjo Produtivo Local Ovinos e Turismo do Alto Camaquã é liberado

Na segunda, 21 de março, o Arranjo Produtivo Local Ovinos e Turismo do Alto Camaquã recebeu o recurso de R$ 150 mil, o qual é conveniado com a Agencia Gaúcha de Desenvolvimento e Promoção do Investimento-AGDI, para execução do projeto de Fortalecimento da Governança. 

O APL Ovinos e Turismo do Alto Camaquã é o único no país do setor de ovinocultura, que conta com mais de 700 destes conglomerados empresariais em todo o território nacional, nos mais diversos segmentos da economia. 

Está composto por 24 associações rurais, entre ovinocultores, artesões, pecuaristas familiares e apicultores, distribuídas nos oito municípios que compõem a parte alta da bacia do Rio Camaquã, sendo eles: Bagé, Lavras do Sul, Caçapava do Sul, Pinheiro Machado, Santana da Boa Vista, Piratini, Canguçu e Encruzilhada do Sul. 

Esta rede regional de associações de produtores rurais conforma a Associação para o Desenvolvimento Sustentável do Alto Camaquã-ADAC. 

 A ADAC é também a entidade gestora do APL, compondo a governança do arranjo junto à Associação Brasileira de Criadores de Ovinos ARCO, Núcleo de Criadores de Ovinos e Caprinos de Pinheiro Machado, EMATER, EMBRAPA, FETAG e SENAC Bagé. Todas as entidades trabalham em prol do desenvolvimento regional mediante a promoção das cadeias da ovinocultura e o turismo consorciando ambas atividades. 

O APL tem como Coordenador Mateus Garcia Presidente da ADAC e como Gestor Marcos Sanches Blanco Secretario Executivo da ADAC.

Leia também:

0 comentários