28 de jan de 2017

Soberanas da Feovelha 2017


  Nos três dias de Feovelha, as Soberanas são as que mais transitam pelo parque Charrua. São também, as mais solicitadas em cerimônias, entrega de prêmios, recepção a autoridades, enfim, são presença indispensável em todos os momentos da feira. O reinado delas começa com o concurso, no final do ano e termina um ano depois, com a escolha da corte do próximo ano.

Neste ano, esta tarefa de divulgar a Feovelha, Pinheiro Machado e suas potencialidades coube à Rainha Amanda Gonçalves dos Santos, de 19 anos, acadêmica de Fisioterapia, no 3º semestre, na Universidade Regional da Campanha (Urcamp), de Bagé. Ela conta que o seu mundo é o tradicionalismo. Em 2010, foi 2ª Prenda Mirim RS e se tornou palestrante do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG). “A minha facilidade de comunicação levou as pessoas a me convidarem para participar do concurso e eu aceitei”. E no seu primeiro concurso, foi eleita a Rainha da Feovelha 2017.

Acompanham Amanda, as princesas Tauana Vargas, 20, que espera o resultado dos vestibulares para ingressar na Faculdade de Direito, em Pelotas. Segundo ela, este também foi o seu primeiro concurso, após resolver seguir os passos da irmã. “Pela primeira vez tive a oportunidade de participar de um concurso e gostei do resultado”, diz.

A outra princesa é Karina Morales Lima, 19, estudante de Química no IFSul em Pelotas. Para ela, também foi o primeiro concurso. Apesar de não pertencerem diretamente a família de ovinocultores, as três têm contato direto com o campo e com a ovinocultura, através de amigos e parentes.

Para elas, a experiência foi gratificante por conhecerem um pouco mais sobre a atividade, além de muitas pessoas como deputados, secretários e o governador e principalmente, por colaborarem na divulgação do município e da Feovelha.  

0 comentários: