Últimas Notícias
Carregando...

Municípios da região se destacam em produção de oliveiras

A abertura oficial da Colheita da Oliveira no Rio Grande do Sul foi realizada em uma fazenda no município de São Sepé nesta quarta-feira. Conforme projeções da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapi), a expectativa para este ano é de aumento de 30% na produção, pouco acima das 400 toneladas de olivas colhidas no ciclo anterior e 45 mil litros de azeite produzidos.

De acordo com dados da Seapi, atualmente, a área cultivada está em torno de 2,1 mil hectares, dos quais 30% estão em fase de produção. No País, o consumo per capita de azeite é de 0,3 litro por pessoa. Nos últimos 10 anos, a produção de olivas foi a segunda que mais que mais cresceu na fruticultura do Rio Grande do Sul, depois da noz pecan.

Conforme o coordenador da Câmara Setorial da Olivicultura da Seapi, Paulo Lipp, fatores como solo, topografia e o clima gaúcho têm atraído investimentos de empresários gaúchos, de outros estados e até do exterior.

Áreas da Metade Sul têm se destacado na produção de olivas, como Bagé, Caçapava do Sul, Pinheiro Machado, Cachoeira do Sul, Santana do Livramento, Canguçu, Dom Pedrito, Candiota, Jaguarão, Encruzilhada do Sul, Formigueiro, Piratini, São Sepé e Barra do Ribeiro.


Cadastro



Durante o evento, foi assinada uma portaria instituindo a criação do Cadastro Olivícola, em parceria com a Universidade Federal de Santa Maria, que tem por finalidade à formação de um banco de dados, sobre área cultivada, variedades, produção de olivas e azeites.

http://www.jornalminuano.com.br/VisualizarNoticia/37046/municipios-da-regiao-se-destacam-em-producao-de-oliveiras.aspx

Leia também:

0 comentários