Últimas Notícias
Carregando...

"Quem não deve não teme", desabafou Adão em relação a CPI

O vereador Cabo Adão ao fazer o uso da Tribuna da Câmara na última semana, desabafou em relação a instalação da nova Comissão Parlamentar de Inquérito, que irá fiscalizar possíveis desvios ou mau uso do dinheiro público na área da saúde da cidade.

"Fui eleito para fiscalizar e quem não deve não teme. Se não tiver nada errado a população toda ficará sabendo, assim como se tiver. É dever nosso, como Vereador FISCALIZAR, e direito da população, ficar sabendo de tudo relacionado ao dinheiro público, que é pago por ela própria", desabafou.
Disse que o homem através de suas escolhas e atitudes luta para não ser esquecido na eternidade, portanto sua intenção também é lutar para não ser esquecido com o passar dos anos, para que um dia sua foto seja estampada em uma instalação desta Casa Legislativa e um filho seu sinta orgulho trabalho parlamentar do pai quando observar essa foto. 

Hoje é um dos proponentes da CPI (comissão parlamentar de inquérito) e parabeniza os demais vereadores que aprovaram o requerimento de abertura da mesma. Disse que a investigação é desde o ano de 2007 e que apenas no ano de 2017 é que foi aprovado um requerimento de abertura de uma CPI nesta Casa Legislativa e em nenhum momento houve prejulgamento de ninguém e também não houve exclusão da participação de nenhum vereador na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), muito menos reuniões secretas de portas fechadas dentro do Legislativo Municipal. 

A obrigação do Legislativo Municipal é fiscalizar se houve alguma irregularidade em todo o procedimento que envolve a Empresa MAPIM e o vinculo que a mesma possui com o nosso Munícipio, pois este é o maior anseio de nossa comunidade, que receber informações corretas e transparentes sobre o que está sento investigado pela Policia Federal desde dezembro de 2016. 

Disse que sua obrigação é fiscalizar e no final da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) será emitido um relatório que trará todas as conclusões que foram apuradas durante o andamento da referida CPI ( Comissão Parlamentar de Inquérito) que inclusive pode apontar pelo arquivamento da mesma, portanto será muito importante que todos estejam cientes que tudo será tratado dentro da lei e que se houver culpado ou culpados, que os mesmos sejam punidos aos rigores da lei.

Leia também:

0 comentários