Últimas Notícias
Carregando...

Aproveite para se vacinar, é até amanhã!


Proteger, principalmente, as pessoas que têm maior risco de desenvolver a gripe de forma mais grave é o principal objetivo da campanha de vacinação contra o vírus Influenza. A campanha teve início no dia 17 de abril e encerra nesta sexta-feira. Em Bagé, a organização da campanha está a cargo da Secretaria Municipal de Saúde e Atenção à Pessoa com Deficiência e da 7ª Coordenadoria Regional de Saúde.  
A população-alvo precisa buscar a imunização para se proteger da doença, em especial nos meses do inverno. É com o propósito de ampliar a campanha e atingir o maior número de pessoas que o Legislativo municipal também está inserido nessa ação. Desde segunda-feira até sexta-feira, uma equipe de enfermagem da Secretaria de Saúde está atendendo, das 13h30min às 18h, na Câmara de Vereadores. Estão sendo aplicadas doses da vacina nos integrantes dos grupos-alvo da campanha de prevenção. A proposta é atingir maior número de pessoas e assim, diminuir os sintomas e complicações causadas pela gripe, o que evita internações e mortes.
Integram o público-alvo crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional, profissionais da saúde, idosos com 60 anos ou mais, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais e professores das escolas públicas e privadas. A escolha dos grupos prioritários segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS).
          Aquelas pessoas que não podem ir aos pontos de vacinação para receber a dose, podem ser atendidos em suas residências, após a devida marcação.
         A nossa preocupação frente ao assunto é ainda maior porque recente notícia publicada nos meios de comunicação aponta que a região da Campanha já registrou a primeira morte do ano - vítima de 65 anos que contraiu o vírus H3N2, no município de Dom Pedrito. O óbito é o terceiro relacionado à Influenza, no Rio Grande do Sul, em 2017 – os outros dois foram registrados em Porto Alegre. Já os casos de gripe são 47 no Estado, segundo o informativo semanal da Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul. Desse total, dois foram constatados no município de Candiota.
         Conforme relatos da coordenadoria de Saúde da região, as ocorrências constatadas nesses municípios foram com pessoas que não tinham sido imunizadas. A vacina é segura e a população deve aproveitar a facilidade para receber a dose de forma gratuita. Portanto, fica evidente que cada vez mais ela tem sido importante para inibir o vírus. Além da imunização, a população pode ainda tomar outros cuidados como deixar o ambiente mais ventilado e lavar as mãos, bem como observar a higiene pessoal.
Muitas vezes, as pessoas se descuidam e deixam isso de lado. No entanto, é fundamental que se vacinem para estarem protegidas durante o inverno, quando os diversos vírus da Influenza começam a circular com maior intensidade.

Leia também:

0 comentários