28 de fev de 2015

Manifesto em Pinheiro Machado é sucesso

No sábado (28), Pinheiro Machado mais uma vez mostrou que está junto com o Brasil na luta contra a terrível inflação que acontece em nosso País. 

"Quando se iniciou com a ideia de manifestos aqui em Pinheiro Machado nunca se falou em política, nem partido, então vejam bem, estamos manifestando a nossa indignação perante roubos de políticos que estão no governo atual e que estamos sendo roubados a anos, sim a anos, mas nunca foi tão forte como está sendo agora. Acho que cada pessoa é livre para demonstrar a sua opinião. Juntamos um número de pessoas e fomos as ruas para mostrar que não somos coniventes com a situação em que se encontra nosso país", disse a jovem Giordana Gallo.

O primeiro manifesto aconteceu na semana anterior onde com uma iniciativa dos caminhoneiros de Pinheiro Machado e municípios vizinhos foi formado um grande manifesto na BR 293, próximo à Vila Umbús. 

"Roubos, Falência da Petrobras, Altos impostos, Aumento de contas de Parlamentares, Mentiras ditas por esses líderes que estão no governo. Se acham também que o que estamos fazendo é um absurdo escutem a Voz do Brasil na Rádio, lá tem coisas que estão bem explicadas, e ontem inclusive foi dito que em poucos meses a gasolina subirá para R$ 5,00. Se estão contentes com tudo isso pode ficar em casa quieto só observando gente, e não precisa ficar falando mal de quem tem iniciativa e de quem está lutando por uma causa a favor do povo e que somos muitos. Mas se não estão contentes e acham uma falta de respeito com o povo que trabalha dia a dia para ganhar muitas vezes um salário Mínimo que não dá pra nada, e agora com a luz subindo 21,9% a partir de amanhã dia 01/03/2015 e essas outras subas de gasolina, diesel, alimentos, aluguel... quem vive desse jeito??", completou Giordana.

Novamente a cena se repetiu, desta vez nas ruas da cidade, onde com uma iniciativa também da comunidade Pinheirense a população foi às ruas em busca de seus direitos. 

Trabalhando mais de 8 horas por dia muitas vezes pra pagar a luz e a água e alimentar se do básico arroz e feijão e deu, porque é um luxo comprar carne ou outros mantimentos. E quem tem carro ou caminhão? E quem depende de seus automóveis pra viver? Acho que cada um tem a liberdade de expressão, eu respeito, mas não precisa xingar e nem bater boca. Agradecemos a todos pelo apoio. E respeito quem não está de acordo conosco", finalizou Giordana Gallo. Fotos do evento:

0 comentários: