Últimas Notícias
Carregando...

Comitê de Fruticultura busca recursos para realização de ações em vitivinicultura

Em um contexto de contenção de gastos e cortes no orçamento, tanto na esfera federal quanto estadual, representações da área da vitivinicultura trabalham para que ações previstas para este ano sejam concretizadas.

Em contato com o presidente do Comitê de Fruticultura da Metade Sul do Rio Grande do Sul, Adelino dos Santos, destacou que terá agenda após o dia 20 de maio com a Secretaria da Agricultura e Pecuária para tratar da liberação de recursos, via Fundovitis, para a Associação dos Vitivinicultores do Extremo Sul (Vitisul), entidade que reúne vitivinicultores dos municípios de Pinheiro Machado, Piratini e Pedras Altas.

“Esses recursos, na ordem de R$ 235 mil, já haviam sido aprovados em dezembro de 2014 pelo Fundovitis e compreendem uma ampla ação de comunicação para divulgar os produtos feitos nesses municípios”, afirma Santos, que acredita na liberação dos recursos pelo fato de o projeto já estar inserido dentro do orçamento do Fundovitis. A ação de comunicação e marketing será idêntica à feita para os vinhos da Campanha, que, em seis meses, divulgou a produção local através de anúncios em rádio, TV e jornal, bem como pela instalação de outdoors.

Outra ação discutida pelo comitê está na realização da 10ª edição do Seminário de Vitivinicultura da Metade Sul do RS. O evento foi realizado com sucesso em junho do ano passado, mas, para este ano, conforme Santos, a expectativa é que o evento possa ser realizado já no segundo semestre. “Estamos em busca da liberação de recursos para realizar esse importante evento que traz informação a produtores e técnicos e é importante, também, para o crescimento da atividade. Estamos protocolando um projeto junto ao Ministério do Desenvolvimento Agrário, mas sabemos do atual contexto de cortes no orçamento, mesmo assim acreditamos que o seminário será realizado”, ressalta.

Leia também:

0 comentários