4 de jun de 2016

Exército fiscaliza a existência de explosivos na região

O Exército Brasileiro, por intermédio da Diretoria de Fiscalização e Produtos Controlados (DFPC), sediada em Brasília (DF) e pelo comando da 3ª Região Militar (RM), no Estado, realiza, desde terça-feira, a “Operação Dínamo IV”. 

O objetivo da ação é fiscalizar o uso de explosivos e correlatos. Foram realizadas vistorias de maneira repentina em pessoas físicas e jurídicas, cadastradas ou não, que executam atividades com esse tipo de material. A 3ª RM coordena a execução das operações para vistoriar e fiscalizar obras, paióis e pedreiras autorizadas ao emprego de explosivos e os locais onde há suspeita de irregularidade. No Estado, estão envolvidos 143 militares na operação, que ganharam apoio também da Brigada Militar e Polícia Civil. 

Na região, a 3ª Brigada de Cavalaria Mecanizada realizou a operação nas cidades de Bagé, Hulha Negra, Candiota, Pinheiro Machado e Caçapava do Sul. Até o fechamento desta edição, nesta área de jurisdição, não foram encontradas irregularidades. Na Operação Dínamo III, realizada em novembro de 2015, mais de duas toneladas de explosivos, 356 unidades de espoletas e quase 1,2 mil metros de cordel detonante foram apreendidos no Rio Grande do Sul devido a armazenamento e/ou venda irregular.

0 comentários: