Últimas Notícias
Carregando...

Sindicato Rural de Pinheiro Machado projeta Feovelha com comercialização favorável


A 33ª Feovelha de Pinheiro Machado, considerada a principal atividade da ovinocultura gaúcha, inicia no próximo dia 26, no parque Charrua e, como de costume, o Sindicato Rural do município destaca uma comercialização favorável para este ano. Conforme o presidente da entidade rural, Gabriel Camacho, mesmo que a exposição tenha sofrido uma redução em sua duração, passando para quatro dias, a expectativa é que se tenha um evento de êxito em vendas, muito pela qualidade dos animais que entrarão em pista e pela programação diversificada. “Houve uma redução na duração da Feovelha por questões econômicas. Mas isso motivado porque precisávamos reduzir no que tange a gastos com manutenção da infraestrutura para todos os dias. Porém, não haverá prejuízo em termos de eventos, e, sim, uma concentração de atividades, com o Rematão ocorrendo na sexta-feira, com os remates de reprodutores de lã e carne no sábado. Já no domingo, acontecem as atividades mais culturais, com festa, Veloterra e provas da raça Crioula, por exemplo”, explica Camacho.

Rematão
O dirigente acredita que mesmo com a redução de animais para venda, influência da própria diminuição do rebanho no Estado, o Rematão, por exemplo, contará com uma qualidade superior ao que foi colocado em pista no ano passado. “É o que estamos observando. As inscrições ainda não encerraram, por isso, mais animais poderão ser inscritos. Acredito que se comparado com os outros anos, não será um evento de tão longa duração; no entanto, observo que o preço será melhor do que o praticado em 2016 porque as condições genéticas dos exemplares está melhorando cada vez mais”, salienta o presidente do Sindicato Rural de Pinheiro Machado.

Controle dos javalis
Sobre a diminuição do rebanho, Camacho ressalta que isso está ocorrendo no Estado por interferência de diversos fatores, como a silvicultura, expansão da soja, abigeato e a proliferação dos javalis. Desse último fator, observa-se que a espécie tem causado inúmeros prejuízos para agricultores e pecuaristas gaúchos, principalmente pelo seu avanço na região e por não ter um predador natural. Com esse enfoque, discute-se o lançamento, na Feovelha, de uma ação para aumentar o controle e combate da espécie. “Hoje, esses animais representam uma verdadeira praga para o setor da ovinocultura. Eles são animais selvagens que atacam tudo que encontram, como plantações, outros animais e os próprios ovinos, principalmente cordeiros. Há necessidade de se ampliar o combate”, ressalta o presidente do Sindicato Rural de Pinheiro Machado.
Com quatro dias de atividades, a Feovelha tem a seu favor como evento, sua tradição histórica de fomentar a ovinocultura gaúcha mantendo-se como a principal exposição antes da Expointer, em Esteio. “Em termos de público projeto mais uma edição de sucesso no parque Charrua, isso porque, além de todas as atividades relacionadas à ovinocultura, há toda uma programação com diversos eventos paralelos, o que sempre atraí as pessoas para o parque”, concluí Gabriel Camacho.
 
Atrações

Ovinos – 26/01
8h – Chegada animais rematão; 
8h – Chegada animais de todas as raças a galpão e rústicos destinados a julgamento;
12h – Encerramento (chegada dos animais);
14h – Javali: apresentação da portaria da seapa;
14h – Julgamento de admissão de todas as raças;
Até as 17h – Recepção e instalação dos artesãos no espaço temático – Emater.

Ovinos – 27/01
8h – Julgamento de classificação de todas as raças;
9h – (a partir) – oficina de guasqueiro;
10h – Abertura oficial;
10h – Início rematão;
10h – Palestra “processos de fiação da lã” – Emater;
14h – Continuação julgamento de classificação;
 até as 14h – Inscrição para concursos – Emater;
15h – Reunião da governança do APL (Aranjo produtivo Local) ovinos e turismo do alto camaquã – STR (Sindicato dos Trabalhadores Rurais);
A partir das 15h – Oficina de guasqueiro;
16h – VII Concurso de peles curtidas - Emater;
16h – X Concurso de artesanato em lã - Emater.


Núcleo Zona Sul de Criadores de Cavalos Crioulos (NZSCCC) – 27/01
8h – Prova doma de ouro NZSCCC;
15h – Final prova doma de ouro;
18h - Laço raspadinha.

Ovinos – 28/01
A partir das 10h – Oficina de guasqueiro;
10h – Palestra “ovinocultura em destaque” – Carreta do Senar-RS;
10h – Leilão pista (A): raças Ile de France, Texel, Hampshire Down, Sulfolk, Poll Dorset, Dorper;
10h – Leilão pista (B): raças Merino Australiano, Romney Marsh, Karakul e Crioula;
10h – XII Concurso municipal de borregas dois dentes - Emater;
14h30min – Palestra “cenário e tendências do mercado da lã” - Emater;
15h – Leilão pista (A): raça Corriedale;
15h – Leilão pista (B): raça Ideal;
A partir das 15h – Oficina de guasqueiro;
16h – Premiação dos concursos e destaques - Emater;
20h – Desfile temático moda lã – Emater;
 
(NZSCCC) – 28/01
8h “Crioulaço” – dupla e redupla – NZSCCC;
10h Laço troféu feovelha – dupla/redupla;
15h – Laço trio;
17h – Laço raspadinha.


Veloterra – 28/01
Abertura do campeonato zona sul de Veloterra;
8h às 18h: Inscrições;
15h às 18h: Treinos livres.

(NZSCCC)  -29/01
8h – ”Crioulaço”;
9h – Laço trio;
10h – Laço raspadinha;
14h – Final laço trio;
15h – Final troféu feovelha;
16h – Final “crioulaço”;
16h – “Mateada” XXXIII Feovelha (Show Grupo Recanto);
17h – Entrega de prêmios.


Veloterra – 29/01
8h às 10h30min – Inscrições;
8h às 10h30min – Treinos livres;
11h – Início das baterias;
18h – Encerramento.


Fonte:
http://www.jornalfolhadosul.com.br/noticia/2017/01/18/sindicato-rural-de-pinheiro-machado-projeta-feovelha-com-comercializacao-favoravel-

Leia também:

0 comentários